sábado

Meia do Vasco e da seleção brasileira, confessa que é "gato" e se chama Fabricio

Heitor Bispo dos Santos, alto, forte, era uma das cinco joias vascaínas campeãs do Campeonato Sul-Americano sub-15, realizado no Uruguai, em dezembro do ano passado, com a camisa da seleção brasileira. Mas Heitor, conhecido como Baiano, titular do Vasco, campeão Estadual infantil em 2011, era muito alto, muito forte para a idade. Chamava a atenção pelo porte físico. Ele não é "96", como costumam dizer todos profissionais que trabalham com base ao se referir ao ano de nascimento dos atletas. Longe disso, Fabricio — nome verdadeiro do garoto da cidade de Camacan, interior da Bahia — nasceu em 1992 e completa 20 anos no mês de junho. Na certidão de nascimento apresentada ao clube, Heitor teria feito 16 anos no último dia 7 de março.

O gato — termo do futebol usado para a adulteração de documento, para diminuir a idade do menino — foi descoberto há uma semana pelo Vasco. O baiano assumiu, aos prantos, que tinha a identidade falsificada, que não se chamava Heitor e disse que não podia continuar mentindo. Empresariado pelo ex-jogador vascaíno Bismarck, Baiano chegou há quatro anos em São Januário, vindo da Bahia.

— Estamos trabalhando com ele há um ano. Foi um choque do caceta quando ele nos disse. Mas vamos regularizar tudo. Hoje (ontem), ele já tirou identidade, CPF, título de eleitor. Na segunda-feira, ele vai no Exército fazer o certificado de reservista — disse Bismarck, que tem como representante junto a Baiano o agente Dudu, irmão de Luisinho, ex-volante do Vasco.

Na semana passada, Bismarck foi a São Januário e tratou do assunto com o presidente Roberto Dinamite e o diretor das categorias de base, Humberto Rocha. O clube decidiu que não vai dispensar Baiano. Com 20 anos, ele vai treinar na categoria de juniores.

— Desconfiávamos há muito tempo e, recentemente, ele confessou para a gente. Mas vamos proteger o garoto, ele ainda tem oito meses de juniores — disse Humberto Rocha.

Suspensão deve ser de 180 dias

A situação de Baiano se encaixa diretamente em pelo menos dois artigos do Código de Justiça Desportiva — no 234 e no 236 do capítulo sobre Infrações contra a ética desportiva. Ele pode ficar fora dos campos por 180 dias, isso porque não era atleta profissional na data das infrações — a certidão de nascimento apresentada ao Vasco era de 28 de março de 2007, quando Baiano (então Heitor) tinha 16 anos.

— Tem que ver quem participou da fraude. É preciso investigar, porque volta e meia acontece isso e quem paga o pato é o garoto — afirma o advogado desportivo Luciano Hostins.

O Vasco e o empresário dizem que Baiano vai à delegacia na segunda-feira para se autodenunciar. Na área criminal, por ser menor de 18 anos na época das fraudes, Baiano vai responder por atos infracionais de falsificação de documento público e de falsidade ideológica.

— Ele se denunciar pode reduzir a pena, mas o crime é igual. Deve ter medidas sócio-educativas. Se fosse maior, na soma das penas daria de dois a oito anos de prisão — explica Florindo Testoni, advogado criminalista.

No caso se ser comprovado que o mandante da fraude é outra pessoa, o criminoso responderia também por corrupção de menores.

CBF: título não está ameaçado. Punição se restringe ao atleta

Primeiro homem de contenção do time do técnico Marquinho Santos no Sul-Americano sub-15, no Uruguai, Baiano impressionava pelo porte físico em meio aos outros garotos da categoria. Na competição, foi titular em todas as partidas, menos na final. Ele foi expulso na goleada de 4 a 2 do Brasil sobre a Colômbia.

Pelo Vasco, do lado de Mosquito — artilheiro da seleção brasileira com 12 gols em sete jogos no Sul-Americano e que está longe de São Januário há quatro meses —, Índio, Danilo e Foguete, o garoto do interior da Bahia foi campeão infantil. A decisão foi nas Laranjeiras, com vitória dos cruzmaltinos por 2 a 1.

O diretor de comunicação da CBF, Rodrigo Paiva, foi categórico ao comentar o título da seleção com um jogador com documentos falsificados.

— Se o jogador tiver a idade adulterada, quem é punido é o atleta. Em nada interfere no título Sul-Americano conquistado pela seleção brasileira sub-15. O jogador é quem pode sofrer a sanção. Oficialmente ainda não recebemos qualquer comunicado — disse Paiva.

O ex-jogador do Vasco Bismarck acredita no sucesso de Baiano, que mora na concentração do time ao lado da piscina de São Januário, mesmo subindo de categoria — do juvenil para juniores.

— Ele tem a chance de ser grande profissional. Quando chegou ao clube parece que era muito franzino, ninguém desconfiava de nada. Mas cresceu e agora está “passando” todo mundo — diz o empresário.

Fonte: Jornal Extra

Liberação de atletas sub-23 é obrigatória

O Comitê Executivo da Fifa decidiu que os clubes serão obrigados a liberar jogadores com menos de 23 anos convocados para disputar o Jogos Olímpicos de Londres. A determinação não vale para os três atletas acima desta idade que cada seleção tem o direito de chamar. A Olimpíada inglesa será disputada no período de 27 de julho a 12 de agosto.

Fonte: Estadão

sexta-feira

Capitão do Aston Villa, meia búlgaro Petrov é diagnosticado com leucemia


Por GLOBOESPORTE.COM

O búlgaro Stiliyan Petrov, do Aston Villa, foi diagnosticado com leucemia pelos médicos do clube. Tudo começou com uma febre após a partida contra o Arsenal, no fim de semana passado. O jogador vinha treinando e jogando normalmente pelo clube de West Midlands nesta temporada, e as suspeitas apenas começaram porque o atleta apresentou uma alta temperatura corporal durante a última semana.
O Villa divulgou uma nota oficial sobre o caso, em que admite que a situação de Petrov foi uma surpresa. O clube "espera ter maiores informações" em breve, mas ressalta que a privacidade do jogador será respeitada acima de todos os interesses e que só compartilhará novidades autorizadas por ele e sua família.
- Ele é adorado por todos e vai receber o amor e o carinho que sempre teve do Villa para que tudo isso se encerre da melhor forma possível - diz o comunicado.
Petrov, de 32 anos, já atuou na seleção da Bulgária e soma mais de 100 partidas pelo Aston Villa. O diagnóstico foi dado por meio de um exame de sangue e imediatamente depois do resultado o jogador já agendou o início das sessões de tratamento, que começam neste fim de semana.

Pessoas que consomem chocolate frequentemente são mais magras

As pessoas que comem chocolate com frequência costumam ter um índice de massa corporal menor que as pessoas que não o consomem.
O estudo é da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, e foi publicado na revista "Archives of Internal Medicine".
Realizado pela médica Beatrice Golomb e equipe, a pesquisa oferece um consolo àqueles que acreditam que comer chocolate pode traduzir-se em alguns quilos a mais.
O consumo moderado de certos tipos de chocolate, em particular os mais puros, está relacionado com algumas mudanças metabólicas favoráveis associadas à pressão arterial, à sensibilidade à insulina e aos níveis de colesterol.
A equipe descobriu que comer pequenas quantidades de chocolate pode reduzir a deposição de gordura por caloria e compensar as calorias extras de seu consumo.
Para avaliar essa hipótese, os pesquisadores analisaram as informações de 1.018 pacientes, homens e mulheres, sem problemas cardiovasculares prévios, diabetes e altos níveis de colesterol.
Os participantes responderam a perguntas sobre seus hábitos alimentícios, quantas vezes por semana consumiam chocolate e mediram seu índice de massa corporal (IMC).
Segundo os dados reunidos, os participantes tinham 57 anos em média, comiam chocolate duas vezes por semana e faziam exercício 3,6 vezes por semana.
O estudo revelou que "os adultos que consumiram o chocolate com mais frequência tinham um IMC mais baixo que aqueles que consumiram chocolate menos frequentemente".
A equipe ressaltou que o estudo enfatiza as associações metabólicas favoráveis do chocolate, mas frisam que seria necessário fazer mais pesquisas para estabelecer os benefícios metabólicos do cacau.
O problema, explicam, é que aos produtos do chocolate em sua forma habitual se acrescenta açúcar e gordura. Por isso, advertem que o estudo não elimina a possibilidade que alguns chocolates elevem o índice de massa corporal ou que em algumas pessoas o consumo reduzido não tenha o mesmo efeito.

Fonte: Folha.com

Metade dos cânceres seria evitável com adoção de vida saudável

 Metade de todos os cânceres poderia ser evitada se as pessoas adotassem estilos de vida mais saudáveis, afirmaram cientistas americanos em um estudo publicado na quarta-feira.
O tabagismo é responsável por um terço de todos os casos de câncer nos Estados Unidos e até três quartos dos casos de câncer de pulmão no país poderiam ser evitados se as pessoas não fumassem, destacaram em artigo publicado na revista "Science Translational Medicine".
Estudos científicos já demonstraram que muitos outros tipos de câncer também seriam evitados, seja com vacinas --como as disponíveis contra o HPV (víru papilomavírus humano) e a hepatite, que podem provocar câncer de colo do útero e de fígado-- ou com proteção contra a exposição ao sol, que pode causar câncer de pele.
O conjunto da sociedade deve reconhecer a necessidade destas mudanças e levá-las a sério na tentativa de desenvolver hábitos mais saudáveis, alertaram os pesquisadores.
"É hora de investirmos em aplicar o que sabemos", disse a principal autora do artigo, Graham Colditz, epidemiologista do Centro Oncológico Siteman da Universidade de Washington, no Missouri.
Praticar exercícios, comer bem e não fumar são hábitos chave para evitar quase a metade das 577.000 mortes por câncer nos Estados Unidos previstas para este ano, um número superado apenas pelas doenças cardíacas, acrescentou o estudo.
Mas os especialistas destacaram uma série de obstáculos para as mudanças de hábito em uma sociedade na qual, segundo estimativas, foram diagnosticados mais de 1,6 milhão de casos de câncer este ano.
Entre os obstáculos, destacaram o ceticismo de que o câncer pode ser evitado e o hábito de intervir tarde demais para deter ou prevenir um tumor maligno já instalado.
Além disso, grande parte das pesquisas sobre o câncer se concentra no tratamento no lugar da prevenção, e tende a ter uma visão de curto prazo no lugar de um enfoque de longo prazo.
"Os seres humanos são impacientes e esta característica humana, em si, é um obstáculo para a prevenção do câncer", ressaltou o estudo.
As grandes diferenças de renda entre as classes sociais altas e as baixas, que fazem com que os pobres tendam a ficar mais expostos a fatores de risco do que os ricos, complicam ainda mais o panorama.
"A contaminação e a delinquência, o transporte público deficiente, a falta de parques para brincar e fazer exercícios e a ausência de supermercados com alimentos frescos dificultam a adoção e a prática constante de um estilo de vida que reduza ao mínimo o risco de câncer e outras doenças", destacou o estudo.
"Assim como nos outros países, a estratificação social nos Estados Unidos exacerba as diferenças de estilo de vida, como o acesso a cuidados de saúde, a prevenção especial e os serviços de detecção precoce", informaram os especialistas.
"As mamografias, os exames de cólon, o apoio para a dieta e a nutrição, os recursos para parar de fumar e os mecanismos de proteção solar simplesmente estão menos disponíveis para os pobres", acrescentaram.
Isto significa que qualquer tentativa de superar as profundas desigualdades sociais deve ser apoiada por mudanças de política, disse outra autora do estudo, Sarah Gehlert, da Escola de Trabalho Social e da Escola de Medicina da Universidade de Washington.
"Depois de trabalhar em saúde pública durante 25 anos, aprendi que se quisermos mudar a saúde, temos que mudar as políticas", acrescentou.
"Uma política estrita sobre o tabaco é um bom exemplo. Mas não podemos fazer a mudança de política por nossa conta... O que se requer é uma massa crítica de pessoas para falar com mais firmeza sobre a necessidade de uma mudança", acrescentou.

Fonte: Folha.com

Acupuntura agora só poderá ser feita exclusivamente por médicos

A acupuntura passa a ser uma prática exclusivamente médica de acordo com a decisão do TRF (Tribunal Federal Regional) da 1ª Região.
Na terça-feira, o tribunal acatou os argumentos apresentados pelo CFM (Conselho Federal de Medicina) de que a acupuntura trata doenças e o diagnóstico e o tratamento de enfermidades no Brasil são atividades médicas.
Os recursos cabíveis não têm efeito suspensivo. Isso significa que, assim que o TRF da 1ª Região publicar a decisão sobre o tema, os profissionais não habilitados em medicina na prática da acupuntura não poderão mais aplicar a técnica.
Desde 2001, o CFM pedia a anulação de resoluções anteriores que permitiam que psicólogos, farmacêuticos e fisioterapeutas fizessem aplicações de acupuntura.
Para o conselho, a técnica é uma especialidade da medicina tal qual a psiquiatria, a cardiologia e a pediatria.
Um dos membros da Câmara Técnica de Acupuntura do CFM e ex-presidente do Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura, Dirceu Sales elogiou a decisão do tribunal. Segundo ele, o uso da acupuntura requer um diagnóstico prévio antes do tratamento de uma enfermidade.

Fonte: Folha.com

Mesmo preguiçoso, Fluminense se mantém 100% e garante a vaga

 Rafael Sobis gol Fluminense (Foto: Dhavid Normando / Photocamera)
     Antes de Fluminense e Zamora entrarem em campo, o Boca Juniors venceu o Arsenal de Sarandí na Bombonera. O resultado permitia que os tricolores jogassem por um empate na Venezuela para se classificarem para as oitavas de final da Libertadores. E durante praticamente os 90 minutos ficou a impressão de que seria esse o objetivo. Mas aí brilhou a estrela de Rafael Sobis. O atacante saiu do banco aos 30 minutos do segundo tempo, e aos 33 marcou em cobrança de falta o gol da magra vitória por 1 a 0 no Estádio Agustín Tovar, mais conhecido como La Carolina.
O resultado não só garantiu a classificação como também transformou o Fluminense no primeiro time classificado para as oitavas e único a manter 100% de aproveitamento. São 12 pontos, contra sete do Boca Juniors, três do Arsenal e um do Zamora. A meta tricolor agora é conseguir o primeiro lugar do Grupo 4 e terminar a fase de grupos com a melhor campanha entre os 32 participantes. Assim, o time decidiria sempre em casa os jogos da fase eliminatória, como aconteceu em 2008, quando chegou à final e foi vice-campeão.

     Além de jogar em ritmo lento, o Fluminense encontrou dificuldades com o campo escorregadio e com a retranca do Zamora, que atacava com poucos jogadores para não correr muitos riscos na defesa. Thiago Neves, de volta ao time após mais de 20 dias afastado com um estiramento muscular na coxa, pouco participou das jogadas de ataque e errou muitos passes. Foi substituído no segundo tempo. Fred também não esteve em um dia inspirado: teve três oportunidades claras de gol, mas fracassou em todas.
A próxima partida do Fluminense será pela Taça Rio, no clássico com o Botafogo, às 18h30m de domingo. Pela Libertadores, só volta a jogar no dia 11 de abril, contra o Boca Juniors, no Engenhão.
 
Timidez ofensiva e estilo de jogo errado

     Antes de a bola rolar em Barinas, o técnico Abel Braga afirmou que o Fluminense não iria se expor tanto como fez no Engenhão, quando venceu o mesmo Zamora por 1 a 0, apesar de ter tido volume de jogo muito maior. E o discurso do treinador se refletiu em campo. Cauteloso mesmo diante da fragilidade do adversário, o Tricolor pouco criou.
    Durante boa parte da primeira etapa, o Fluminense adotou uma postura pouco agressiva. Mesmo com a presença de Thiago Neves e Deco no meio-campo, o time preferia arriscar lançamentos longos. A opção facilitava a defesa venezuelana, armada com uma linha de cinco jogadores. Em uma das investidas, Fred recebeu em posição legal. Mas a finalização foi muito ruim. Deu a impressão de que o atacante bateu já esperando ter o lance anulado por impedimento pelo auxiliar.
A melhor opção era explorar a velocidade de Wellington Nem na principal jogada desde o início da temporada. Nas duas oportunidades em que resolveu colocar a bola no chão e lançar o atacante, o time levou perigo. Na primeira, Deco deu passe para Nem. O jogador obrigou Forero a realizar grande defesa. Na segunda, Nem deu nova arrancada e só parou quando foi derrubado pelo goleiro do Zamora - pênalti não marcado pelo árbitro Carlos Vera. O Zamora chegou a criar um lance de perigo, mas exibiu a fragilidade do setor ofensivo. Prova cabal disso: o time ainda não marcou um gol sequer nesta Libertadores.

Lanzini sofre a falta, e Sobis marca
      O início do segundo tempo deu a impressão de que o Fluminense voltaria com postura mais ofensiva. Pressionou, conseguiu escanteios, e em um deles Fred assustou de cabeça, levando muito perigo. Mas foi apenas um lampejo. O time voltou a cadenciar a partida, esperando uma brecha.
      O meio-campo pouco criou, com Deco bem marcado. Mas quem destoou foi Thiago Neves, visivelmente sem ritmo de jogo e cometendo erros bobos e atípicos. Em compensação, ele apareceu em um lance isolado, deixando Fred na cara do gol com um toque sutil de cabeça. Na hora da finalização, o camisa 9 deu um leve toque encobrindo o goleiro, mas sem força suficiente. Rodríguez chegou a tempo e salvou de cabeça o gol. Foi o último lance de Thiago. Cansado, deu lugar a Lanzini, aos 28 minutos.
      A segunda substituição de Abel foi a entrada de Rafael Sobis no lugar de Wellington Nem, que havia levado perigo durante o primeiro tempo, mas caiu um pouco de rendimento após o intervalo. Abel mostrou estrela, e o Fluminense conseguiu seu gol em lance envolvendo os dois reservas. Lanzini sofreu falta na intermediária, e Sobis marcou em sua primeira finalização, contando com desvio na barreira.
     Com o gol, o Fluminense esfriou ainda mais o jogo. Para evitar um desgaste ainda maior e já pensando no clássico contra o Botafogo, Abel Braga trocou Fred por Rafael Moura. Com a vaga garantida, foi só fazer o tempo passar e se manter como o dono da melhor campanha até o momento na Libertadores.

Banda convidada abre desfile de Fanfarras no Centro de Eventos

Começou no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop), o Festival de Bandas de Fanfarras, promovido pela Secretaria Municipal de Educação como parte da programação do aniversário de 177 anos da elevação da Vila de São Salvador à cidade Campos dos Goytacazes.

O festival foi aberto pela Corporação Musical Wandila Amaral (Panther Black), do Colégio Estadual Doutor Nilton Alves (CEDNA), de São João da Barra.  A banda convidada, regida pelo maestro Fred William, recebeu um troféu das mãos da secretária municipal de Educação, Joílza Abreu, que citou a felicidade dos alunos em desfilar em um espaço deste porte. “Eles estavam, há dias esperando por esse momento. Esse investimento vai dar maior organicidade não só às bandas, mas a todos os eventos”.

Da arquibancada, Bruna Sampaio, de 24 anos, ressaltou que vai continuar vindo todos os dias do evento. “Os desfiles são muito bonitos. Ontem também foi muito animado, cada dia que passa espero mais do evento, que está de parabéns”.

Gusttavo Lima: toda cidade deveria ter estrutura igual a essa

O cantor Gustavo Lima foi o primeiro artista a se apresentar no maior palco público fixo da América Latina, montado no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop), inaugurado pela Prefeita Rosinha Garotinho na noite desta quarta-feira (28). Ele se empolgou e rasgou elogios a estrutura com potencial de receber, até mesmo, atrações internacionais. Na coletiva à imprensa, o sertanejo chegou a afirmar que todas as cidades brasileiras deveriam ter uma estrutura como a do Cepop.

- É uma das melhores estruturas em que já fiz um show. Todas as cidades do nosso país deveriam ter uma estrutura desse nível. Acho que todos os governantes poderiam fazer o mesmo. Campos está de parabéns - elogiou o cantor, que está em seu segundo CD e tem se apresentado em outros países como Estados Unidos. Na sua lotada agenda há uma apresentação marcada para a França.

No show em Campos, Gustavo Lima abriu com a conhecida “Cabelo de ouro”. Depois levantou o público presente cantando “Na balada”, um de seus maiores sucessos. O cantor iniciou sua apresentação por volta de 22h50 e durante quase duas horas seguidas colocou a multidão para dançar. “Estou muito feliz por estar em Campos. Tocar num lugar como esse é uma experiência que vou levar pelo resto da vida”, diz.

Nem mesmo a chuva impediu a animação do público presente, que dançava ao som de cada música de Gusttavo Lima. A estudante de 13 anos, Renata Lima, moradora no Parque Vicente Dias, disse que o local é maravilhoso. “Não sabia que era tão bacana. Gostei de tudo aqui, é uma coisa que jamais imaginei que um dia teria em Campos”, destacou a adolescente. Nesta quinta-feira (29), quem sobe ao palco do Cepop é o cantor evangélico Fernandinho. A apresentação será a partir das 21h.

Campos ganha o maior palco fixo da América Latina

O Centro de Eventos Populares Osório Peixoto, inaugurado pela Prefeita Rosinha Garotinho, na noite desta quarta-feira (28), tem o maior palco fixo público da América Latina. O espaço foi construído com a estrutura necessária para a realização de grandes manifestações artísticas e eventos culturais, como carnaval, shows e desfiles cívicos. As arquibancadas têm capacidade para 15 mil pessoas sentadas. Para os shows, a capacidade é de 40 mil pessoas.

Construído dentro das normas de acessibilidade, o Centro de Eventos Populares conta com camarins, banheiros, estacionamento para 520 veículos, subestação de energia, estação de tratamento de esgoto, castelo d’água, centro médico, segurança interna com câmeras de monitoramento, sinal de internet Wi-Fi, além de toda a estrutura de tecnologia, como catracas.

- Foram instaladas 16 catracas, sendo quatro para cadeirantes, nas entradas A e B. Nos shows e eventos serão utilizados cartões magnéticos para a entrada no Centro de Eventos Populares. O sinal Wi-Fi permite o acesso à internet nos camarotes, camarins, comissão julgadora e arquibancadas - informou o diretor de Tecnologia do Centro de Informação e Dados de Campos (Cidac), Robson Cola.

quinta-feira

Campos entre as cidades do Brasil com a melhor gestão fiscal

O município de Campos tem boa gestão fiscal na atual administração municipal. A afirmativa tem base em estudos realizados pelo IFGF (Índice Firjan de Gestão Fiscal), que avalia a qualidade da gestão fiscal dos municípios brasileiros. Os estudos, que comparam a arrecadação e a forma com que os gestores investiram os recursos no decorrer do ano de 2010, comparando com os anos entre 2006 e 2009, mostra que Campos alcançou conceito B, com bom desempenho nos quesitos Liquidez, Gastos com Pessoal, Custo da Dívida e Investimentos, que inclusive fez o nome da cidade ser destaque na imprensa nacional no início do ano, em função de ter sido a cidade que melhor aplicou recursos públicos per capita em 2010.

O IFGF avaliou mais de 5,2 mil municípios e Campos está entre os mais bem governados do país, com índice 0,792 e conceito B, sendo o sexto do Estado do Rio de Janeiro. Para se ter uma idéia do que isso representa, Campos está à frente da capital Rio de Janeiro e de municípios de médio porte, como Duque de Caxias, São Gonçalo, Niterói, Belford Roxo e Volta Redonda, entre outros.

Na avaliação do presidente do Cidac (Centro de Informações e Dados de Campos), o economista Ranulfo Vidigal, o município não obteve o conceito “A” apenas porque não ultrapassou ainda os 20% do orçamento com receita própria, uma dificuldade, que segundo Ranulfo, é comum a praticamente a todos os municípios produtores da Bacia de Campos. No quesito Liquidez, por exemplo, Campos está muito bem, porque tem um orçamento expressivo. No quesito Investimento, o município investe mais de 20% em custeio e está muito bem no quadro geral da gestão.

Contudo, sobre a receita própria, Ranulfo ressalva que na atual gestão do governo municipal, a prefeita Rosinha Garotinho tem implementado uma política de gestão pública voltada para a recuperação da receita própria, com avanços consideráveis. “A atual política de recuperação de receita é imprescindível para todos os municípios da região, tendo em vista que, nos últimos governos, os gestores descuidaram da arrecadação própria, em função dos recursos advindos das compensações (royalties) pela exploração de petróleo em suas águas continentais”.

- O índice (IFGF) quer verificar a captação de receita própria dos municípios, e Campos, apenas neste quesito, está abaixo da média do estado do Rio, em função exclusivamente da situação da receita própria, que busca melhorar, com eficiência. A política fiscal adotada na gestão Rosinha Garotinho, como por exemplo, o trabalho de combate à sonegação, com conscientização, e o programa de incentivo fiscal, que atrai empresas e projetos estruturantes, contribuem para aumentar a arrecadação própria e, certamente, levará o município a ocupar melhor posição o índice -, analisa o presidente do Cidac.

Campos e outro destaque – Campos superou em 2010 todos os municípios e inclusive capitais do Brasil em investimentos de recursos públicos per capita, com média de R$ 1.003,50 para cada habitante, na razão de R$ 465 milhões para pouco mais de 462 mil habitantes. Conforme destacou o jornal Folha de São Paulo, no ranking nacional das cidades de maior investimento público per capita, o município superou até mesmo São Paulo, que aplicou R$ 3.152,1 bilhões para uma população de 11,2 milhões de pessoas, conforme constam no Anuário de Finanças da Frente Nacional de Prefeitos.
 
Fonte: Campos24horas

Moradores aprovam obras do Bairro Legal em todas ruas de Ururaí

Os moradores de Ururaí aprovaram as obras de infra-estrutura e reurbanização das 50 ruas do bairros Brasília, União, Brilhante, e Ilha no distrito. Os bairros, que durante anos tinham ruas esburacadas e problemas com transbordamento de fossas e buracos nas calçadas, agora estão de cara nova, depois da conclusão das intervenções do programa Bairro Legal. A última etapa das obras foi inaugurada na quarta- feira (21), na Comunidade da Ilha e no bairro em torno do União Esporte Clube e teve a participação de grande público, formado por donas de casa, crianças, comerciantes, que agradeceram pelas melhorias realizadas no bairro e que proporciona melhor qualidade de vida.

Durante a solenidade de inauguração, o vice-Prefeito Doutor Chicão, que esteve ao lado da Prefeita Rosinha Garotinho e outras autoridades, destacou a importância das obras de infra-estrutura como medidas preventivas de saúde pública. “Sempre que fazemos a inauguração de obras do Bairro Legal, fico feliz, porque sei que obras dessa natureza e com a qualidade que a prefeita Rosinha exige, são importantes para os moradores de hoje e para famílias futuras. São obras que poucos governantes gostam de fazer, porque somente são vistas durante a realização, mas depois todo mundo esquece como era antes, mas neste governo, a preocupação que temos é cuidar do bem estar dos moradores da nossa cidade. Quando investimos recursos em obras caras para acabar com fossas, lama, poeira e alagamentos, estamos eliminando focos de roedores, de insetos como o mosquito da dengue e outras doenças. Por isso estou muito feliz”, observou Doutor Chicão.

Moradores aprovaram as obras - “Nasci aqui e moro há 62 anos. Cresci desejando que um dia o bairro fosse melhor. Há 10 anos o então prefeito Garotinho calçou todas as ruas, mas depois disso, nenhum prefeito cuidou do bairro, que tinha muitos problemas com a falta de esgoto e a falta de drenagem, que constantemente fazia entrar água dentro das casas, com qualquer chuva forte. Agora, estamos aqui para agradecer a prefeita Rosinha, que fez mais do que a gente esperava. Está um outro bairro e estamos muitos felizes com a transformação”, disse Heloisa Helena Correa da Silva, dona de casa, moradora no bairro Ilha.

- Eu moro aqui em Ururaí há mais de 20 anos e em nenhum tempo tivemos aqui obras iguais a essas. Agora, realmente podemos dizer que moramos num bairro legal, porque essas obras vieram para botar fim nas fossas, nos alagamentos e na buraqueira que existia nas ruas. Todos os moradores estão satisfeitos com as melhorias nas ruas e nas calçadas – disse Marelene Batista, vendedora.

- Vim morar em Ururaí há cerca de cinco anos e esperava que fossem realizadas obras para melhorar as ruas, que eram todas esburacadas, inclusive as calçadas. Não existia sistema de drenagem e as ruas tinha buracos tão grandes que muita gente usava para jogar lixo. A obra que a Prefeitura realizou aqui agora em todos os bairros é para cidades de alto nível e mudou muito a cara dos bairros. Antes, o esgoto saía das casas e dos pontos de comércio e ia direto para o Rio Ururaí, mas agora é coletado por redes de tubos reforçadas e acabara com as fossas. Parece até um sonho, porque as ruas estão todas pavimentadas, as calçadas certinhas e tem até varredor de rua - comemora Hilda Mara de Azevedo, dona de casa.
 
 
Fonte: PMCG

Campos comemora o aniversário de 177 anos com a entrega do Cepop

 
 
 
No dia de seu aniversário de 177 anos, Campos ganhou o Centro de Eventos Populares Osório Peixoto, o Cepop. Durante o evento, na noite desta quarta-feira (28/03), a prefeita Rosinha Garotinho falou sobre a importância da área de eventos. “É um marco cultural gigantesco não só para a região como também para o Brasil. Um grande desenvolvimento cultural , não vai haver só samba, mas eventos para todas as áreas”, disse.

A esposa do jornalista e escritor Osório Peixoto, Graça Maria Moreira, a Gracinha, foi convidada e recebeu a homenagem das mãos da Prefeita e ficou emocionada. "A luta dele era pelo povo, então, uma estrutura que traz alegria para as pessoas, com certeza, o deixaria muito feliz, pois lá está seu nome", destacou.

terça-feira

Especialista de som aprova Centro de Eventos Populares

A presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, Patrícia Cordeiro, acompanhou a visita do engenheiro de sonorização, Luiz Siqueira, na tarde desta segunda-feira (26) ao Centro de Eventos Populares Osório Peixoto.  Luiz é responsável pela sonorização da dupla Zezé di Camargo e Luciano e da estrutura de som dos sambódromos de São Paulo (SP), Rio de Janeiro (RJ) e Manaus (AM).

- Fiquei impressionado com a grandiosidade desse espaço. A sonorização montada não perde para as grandes capitais. Tudo está sendo feito para que as pessoas tenham som de qualidade durante os eventos. Campos, sem dúvida nenhuma, será um pólo cultural no Estado do Rio de Janeiro. A prefeitura não pensou só no carnaval. Pensou nas grandes manifestações culturais o que será de extrema importância para a cidade – completa o engenheiro.

O Centro de Eventos Populares Osório Peixoto será inaugurado nesta quarta-feira (28), às 18h, com desfile cívico e cultural. Às 22h, sobe ao maior palco fixo da América Latina o cantor Gusttavo Lima, cantando grandes sucessos do sertanejo universitário. A programação faz parte do aniversário da cidade e segue até sábado (31).

Bandas locais se preparam para o Centro de Eventos Populares

A Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima reuniu na noite desta segunda-feira (26) as bandas e respectivos artistas que vão participar dos shows da programação oficial pela inauguração do Centro de Eventos Populares Osório Peixoto e pelo  177º aniversário de Campos passando de vila à categoria de cidade. A reunião aconteceu à noite no Palácio da Cultura, sede da fundação. A chefe de Gabinete, Elaine Cecília Navarro, expôs as regras para participação no evento coletivo, que será realizado dia 30 no Centro de Eventos Populares, com apresentação dos vocalistas de cada banda que, ao final da apresentação de todos, vão cantar a uma só voz, formando uma grande banda de talentos da terra.

Diversos cantores e vocalistas de bandas dos mais variados ritmos (MPB, axé music, pagode, forró, sertanejo universitário, inclusive, de bandas de rock) estiveram presentes e confirmaram presença, como Gil Paixão, Lene Moraes, Zazal, Helena Rangel, Tony & Rael entre outros.

- Na quarta e quinta, as bandas vão para estúdio ensaiar e eles mesmos vão definir quais serão os músicos que vão ficar no grande palco para acompanhar a apresentação do vocalista representante de cada banda. Teremos quatro bandas de rock (Evolução da Espécie, Codest Day, Coxinha Gordurosa e Segredo de Estado) e outras 10 bandas de MPB, axé music, pagode e forró. Após estes ensaios, vamos definir a ordem de apresentação dos vocalistas -, detalhou Elaine.

Os demais participantes que vão animar a noite de sexta-feira (30) a partir das 21h são: Fuzueira, Nya Maia, Sandro Balli, Forró de Didoido, Sabor de Beijo, Nelson Príncipe Negro, Sem Marra, Pedro Maia, Dom Américo e Banda A Massa. Às 19h, a banda baiana Parangolé, do cantor Léo Santana vai atravessar a pista em um animado trio elétrico, colocando Campos no circuito das grande micaretas nacionais.

Oi/Telemar restabelece link de dados e Portal da prefeitura volta

O Portal Oficial da Prefeitura de Campos esteve fora do ar das 11h até às 23h30 desta segunda-feira  (26) devido a um problema no link de dados que fornece acesso ao site oficial da Prefeitura de Campos. Técnicos da operadora estiveram na sede da prefeitura para tentar encontrar a origem do problema.

O portal da prefeitura saiu do ar na manhã desta segunda em função de instabilidade do circuito de dados, provido pela operadora. “Assim que foi detectado o problema, o sistema foi restabelecido”, informou Natanael Santos, um dos responsáveis pelo Portal da Prefeitura de Campos.

sábado

Eleição do Conselho Municipal de Esportes

Uma das promessas de campanha da Prefeita Rosinha Garotinho, finalmente tomou forma na manhã de ontem na sede da Fundação Municipal de Esportes (FME). Com a presença de membros do poder público e da sociedade civil organizada, foi eleito para um mandato de dois anos o Conselho Municipal do Esporte.
O presidente da FME, Magno Prisco, foi eleito por unanimidade para presidir o Conselho. Completam a Comissão Executiva o Diretor Executivo Maurício Lemos, também representante da ONG Esporte Sem Fronteiras, e o Secretário Geral Cláudio Artiles, todos foram eleitos pelas entidades presentes, por unanimidade. Farão parte do Conselho Municipal do Esporte, 14 membros oriundos de entidades governamentais e da sociedade civil, sete de cada segmento. Os representantes dos clubes sociais serão escolhidos posteriormente.
A eleição e a homologação do Conselho durou cerca de duas horas e aconteceu no salão nobre da sede da FME. Cerca de 50 pessoas, além dos representantes das entidades compareceram ao evento. O presidente Magno Prisco declarou, já como presidente eleito que muito ainda deve ser feito pelo esporte e a participação do Caonselho será fundamental para o desenvolvimento da cidade de Campos.
“Esse foi mais um passo que consegimos dar, somente junto com a população e os representantes das entidades civis e municipais poderemos debater, discutir e levar propostas para o crescimento do esporte em Campos. O Conselho hoje se torna uma realidade e mais uma ferramenta a população de Campos”, declarou.
O Conselho Municipal de Esporte é um órgão colegiado de caráter consultivo, de natureza permanente, que tem por finalidade contribuir para o desenvolvimento de programas e projetos esportivos para toda a população, assim como auxiliar na organização, na melhoria da gestão, qualidade e transparência do esporte municipal e contribuir para o controle social da execução de políticas públicas no município. O Conselho Municipal de Esporte realizará debates, apresentará informações, propostas e sugestões ao município, além de desenvolver atividades complementares. O Conselho também zelará pelo cumprimento da legislação esportiva no município onde está situado.

sexta-feira

Rosinha abre oficialmente hoje a 1ª Agro Familiar

A Prefeita Rosinha Garotinho abre oficialmente nesta sexta-feira (23), às 16h, a 1ª Feira Agro Familiar – Feira e Mostra Tecnológica da Agropecuária e Pesca Familiar, na Fundação Rural de Campos. Em seguida, a prefeita vai inaugurar a Mini Granja Novos Tempos, que faz parte do programa Campos Produz + Frango, desenvolvido pela Prefeitura, através da Secretaria de Agricultura e Pesca.

Uma área específica na Fundação Rural foi utilizada para construir a mini granja, que conta com aclimatação e toda a tecnologia necessária para a criação de aves de corte. Atualmente 1.700 pintinhos foram colocados no local, para o início da criação. Eles estarão prontos para o abate em um mês. A mini granja foi construída com materiais reaproveitados da região, como tijolos e ferragem, para reduzir os custos.

No local, os visitantes vão receber todas as informações e orientações sobre o manejo estabelecido pelos pesquisadores da Universidade Estadual do Norte Fluminense (Uenf) para a criação dos pintos. A criação é feita com ração alternativa, elaborada com produtos produzidos na região. Os produtores interessados em comercializar frangos terão acesso também, à assistência técnica e créditos.

FME no Desfile Cívico no dia 28

Para o Desfile Cívico em comemoração ao aniversário de Campos, no próximo dia 28, a Fundação Municipal de Esportes (FME) levará para o Centro de Eventos Populares Osório Peixoto (Cepop), todos os seus programas e atletas. Segundo o presidente da FME, Magno Prisco, a participação promete ser ainda maior que no ano passado quando o desfile aconteceu na Avenida 28 de Março.
“Estamos preparando todos os nossos atletas, programas e esportes assistidos pela Fundação para uma belíssima apresentação no Cepop, nossas crianças e também os nossos funcionários estarão presentes nesse momento tão importante para a nossa cidade”, destacou Prisco.
A FME possui mais de 20 programas em atividade, dentro e fora de sua sede. Atletas assistidos pela entidade, além de todas as equipes de rendimento da FME participarão do desfile. As crianças devem ficar em maior número já que são a maioria também nas atividades da FME.
Os desfiles cívicos de 177 anos do aniversário da cidade serão realizados a partir das 8h, como parte da inauguração do Centro de Eventos Populares Osório Peixoto. No dia, será ponto facultativo nas repartições municipais.

Taekwondo da FME em competição no Rio

Atletas de Taekwondo da Fundação Municipal de Esportes (FME) estão de malas prontas para participar do Open Cidade Maravilhosa, a competição aberta mais importante do calendário nacional. Esta é a 14º edição da competição que conta com mais de 600 atletas inscritos de mais de 20 estados e 100 equipes de todo o Brasil.
Essa será a segunda participação da equipe de Campos na competição. O grupo, formado por atletas da FME é capitaneado por José Carlos Batista, mestre e professor de Taekwondo da FME. Os atletas de Campos viajam às 3h para o Rio de Janeiro.
José Carlos Batista segue como delegado da equipe, que terá como técnico o faixa-preta Izaías Júnior e como auxiliar técnico o outro faixa-preta Luis Antônio Nogueira. A equipe de lutadores da FME é formada por: Raí de Souza, Arthur Victor, Thiago Gomes, Stefany Alvarenga e Leonardo Vieira, todos faixas pretas. Gabriel Deventon, faixa vermelha, também segue com a delegação.

Conselho Municipal de Esportes

Neste sábado (24) acontecerá na sede da Fundação Municipal de Esportes (FME), a partir das 8h30, a eleição para o Conselho Municipal de Esportes. Os clubes sociais de Campos, universidades e outras agremiações enviarão membros para representar essas entidades junto ao Conselho, que será eleito nesta data.
​Segundo o presidente da FME, Magno Prisco, a eleição do Conselho Municipal de Esportes é uma antiga reivindicação das entidades esportivas e uma das promessas da Prefeita Rosinha Garotinho para o desenvolvimento do esporte em Campos.

Eventos esportivos no aniversário de Campos


​A Fundação Municipal de Esportes (FME) prepara dois grandes eventos para as comemorações do aniversário de Campos, que acontecerá no próximo dia 28. Neste domingo (25) acontecerão, simultaneamente, uma prova ciclística e uma regata com os clubes de remo de Campos. As duas provas acontecem na Avenida XV de Novembro, em frente a Praça Quatro Jornadas e começam logo pela manhã, às 8h30. As reuniões com todas as secretarias envolvidas nos dois eventos já aconteceram na sede da FME.
​A Prova Ciclística será organizada pelo Clube Duas Rodas de Ciclismo com o apoio da FME. O evento contará com toda a estrutura da Prefeitura Municipal de Campos como ambulâncias, guardas municipais, palco e iluminação. Os atletas disputarão seis categorias e a largada será dada na Praça Quatro Jornadas, em frente ao Banco do Brasil e seguirá pela Avenida XV de Novembro, até a rua Voluntários da Pátria. Os atletas farão um contorno e retornam para o ponto inicial.
​Já a regata de Remo, que reunirá os clubes de Campos, como já acontece há alguns anos, será organizada pela Liga Náutica de Campos e também contará com a estrutura da Prefeitura de Campos. As provas começarão logo cedo e prometem levar para a Beira Rio todos os amantes do esporte.
​Morro do Rato - No sábado, no Morro do Itaóca, acontecerá pela manhã, a partir das 8h30 um evento de Down Hill com pilotos de toda a região. A competição também será realizada pelo Clube Duas Rodas e tem o apoio da FME.

terça-feira

Secretários visitam Centro de Eventos Populares Osório Peixoto

Os secretários de governo e representantes das entidades responsáveis pela organização dos eventos, que serão realizados no Centro de Eventos Populares Osório Peixoto, fizeram uma visita na tarde desta terça-feira (13), para conhecer a obra detalhadamente. O espaço vai ser inaugurado no próximo dia 28 de março, dentro dos festejos de aniversário da cidade de Campos, quando haverá desfile cívico e grandes shows. Em abril, o Centro de Eventos vai receber as principais agremiações carnavalescas em mais uma edição do Campos-Folia, o Carnaval fora de época.
   
A visita veio atender uma solicitação da Prefeita Rosinha Garotinho, que pediu que todos conhecessem de perto o novo espaço, para que um trabalho em conjunto possa ser realizado, quando os grandes eventos forem realizados. Para a conclusão da obra, falta apenas a construção do arco, que fica sobre o palco, que deverá estar concluído nos próximos dias.

 - O objetivo desta vistoria é fazer com que todos os secretários e responsáveis pelos diversos setores que vão funcionar no Centro de Eventos Populares se familiarizarem com o novo espaço. Afinal de contas, o trabalho realizado pela cultura nunca é isolado e depende, diretamente, das outras secretarias - afirmou Patrícia Cordeiro, presidente da Fundação Cultural Jornalista Oswaldo Lima, responsável pela organização dos primeiros grandes eventos previstos para o local.

Programação - A inauguração do Centro de Eventos Populares está marcada para o dia 28 de março, aniversário da elevação da vila à categoria de cidade, com o desfile cívico e cultural, seguido do show do cantor sertanejo Gusttavo Lima. No dia 29, acontece o desfile de bandas de fanfarras, seguido, da apresentação do cantor evangélico Fernandinho.

Na sexta-feira (30), vai ser a vez da banda Parangolé se apresentar no trio elétrico e o show dos talentos da Campos. No sábado (31), a Escola de Samba União da Ilha do Governador se apresenta para o público e, logo depois, o cantor Alexandre Pires encerra as festividades. O Campos Folia 2012, vai acontecer entre os dias 27 e 29 de abril, com o desfile dos blocos e escolas de samba de Campos.

Padaria Escola com inscrições abertas até o dia 30

Oportunidade de aprender receitas de bolos, biscoitos, doces e pães, folhados, tortas de vitrine, biscoitos variados. Essa é a proposta do Projeto Padaria Escola, desenvolvido pelo Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) do Jardim Carioca, que fica localizado na Travessa Santo Elias, s/n. As aulas iniciaram na ultima segunda-feira (12).
Cerca de 120 alunos estão participando do curso, que e ministrado por profissionais em panificação, nos turnos manhã, das 8 às 11h e, à tarde, das  13 às 16h. Os interessados ainda têm até o dia 30 para fazer sua inscrição.

Para se escrever o candidato devem procurar o CRAS mais próximo,  munido de documentos pessoais. O curso é para pessoas carentes e, após as inscrições, o candidato recebe a visita de profissionais da Secretaria da Família e Assistência Social, quando é feita uma triagem  para que o candidato possa ter todo acompanhamento do serviço social junto à família.

De acordo com a diretora da padaria escola, Marta Rodrigues, os alunos têm chance e oportunidade de aprender uma nova profissão para complementar a renda da família, sendo qualificados para entrar no mercado de trabalho. “A expectativa é de que esse ano o numero de interessados aumente ainda mais”, disse Marta Rodrigues.

A aposentada, Neyde Rodrigues Paes, de 58 anos, moradora do Parque Guarus, explica que procurou o curso porque estava sem nenhum estímulo de vida depois que sofreu um acidente. “O curso foi o recomeço de uma nova fase na minha vida. Meu sonho sempre foi trabalhar com padaria e, depois que finalizar o curso, vou montar meu próprio negócio”, finalizou a aposentada.

quinta-feira

Campos começa bem o JAI

Os atletas da Fundação Municipal de Esporte (FME) começaram com o pé direito a disputa dos Jogos Abertos do Interior. A edição 2012 da competição começou no iníco do mês com várias modalidades. Campos iniciou os trabalhos de forma arrasadora, vencendo bem todas as suas disputas.
O futsal de Campos encarou a equipe de Conceição de Macabu e derrotou, fora de casa, o time adversário por 6 x 2 com uma brilhante atuação. A próxima partida da equipe acontecerá neste sábado (17) contra a equipe de São José de Ubá.
Em outro confronto, o time de Handebol, capitaneado pelo professor Leonardo Mantena, derrotou o time de Itaperuna por 46 a 06 e continua líder da sua chave com folga. Já o Basquete Masculino da FME, também derrotou com uma larga vantagem a equipe de Italva, por 86 a 14.
O Vôlei Masculino também fez bonito e ganhou por 2 a 1 a equipe de Itaperuna. Em jogo de dois sets, o time de Campos venceu o primeiro, deixou os donos da casa empatarem o segundo set, e no set desempate, saiu vencedor.
No próximo fim de semana, além da partida de futsal já programada, os Jogos Abertos do Interior seguem com o time de Campos enfrentando a equipe de Cardoso Moreira no futebol de campo, às 15h no campo do Clube Esportivo Rio Branco.

quarta-feira

ProJovem abre 600 vagas nesta quinta-feira

Estarão abertas a partir desta quinta-feira (15), as inscrições para ingresso no Programa Nacional de Inclusão dos Jovens (ProJovem Urbano). Os candidatos devem ter idade entre 18 e 29 anos e aproveitar a oportunidade para concluir o ensino fundamental. Serão abertas 600 vagas. As inscrições vão até o dia 30 de abril.

A novidade, este ano, é que 60 vagas, sendo 15 por núcleo escolar, foram disponibilizadas para os filhos dos estudantes que fazem parte do programa. As inscrições serão realizadas nas escolas-núcleos.   As aulas começam no dia 7 de maio.

No ato da inscrição os estudantes deverão apresentar cópias da carteira de identidade, do CPF e do comprovante de residência, além de certificado da instituição onde estudou e duas fotos 3x4.

Segundo a coordenadora Executiva do ProJovem Urbano, Fabielly Vasconcelos Nogueira, as turmas serão divididas em quatro pólos: Escola Municipal Dr. Luiz Sobral, Ciep Arnaldo Rosa Viana, Escola Municipal Lions I e Escola Municipal Vilma Tâmega.

- Diferente dos anos anteriores, para 2012 as escolas-núcleos não irão abranger os distritos, somente a área central de Campos. Para quem estiver matriculado e não tiver com quem deixar seus filhos, haverá uma pessoa responsável para tomar conta dos pequenos - destaca Fabielly, lembrando ainda, que as vagas são apenas para as 15 primeiras crianças de zero a 8 anos.

 O curso tem duração de um ano e meio. Neste período, os alunos terão oportunidade de fazer cursos de qualificação profissional em diversas áreas.

domingo

Pink Fight lota Ginásio Waldir Pereira


A adrenalina tomou conta do Ginásio Waldir Pereira sede da Fundação Municipal de Esportes na noite deste sábado (10). O maior evento de MMA (Mixed Martial Arts) feminino da América Latina, o Pink Fight, aportou em Campos e transformou as dependências do Waldir Pereira. Com duas lutadoras de Campos, o evento teve sete lutas, todas de altíssimo nível técnico com a certeza de que o esporte veio mesmo para ficar.
As lutas começaram por volta das 20h com atletas de várias partes do Brasil. A primeira luta reuniu atletas de São Paulo. As meninas de Campos – Michele Dayane e Rayane Fortinha – entraram logo em seguida. Das duas atletas campistas apenas uma venceu. Michele bateu a sua adversária por nocaute, depois de desferir diversos socos em sequência e levar a sua adversária para a grade do octógono. Rayane não teve a mesma sorte e sua luta foi interrompida pelo árbitro que deu a vitória para a sua adversária. Michele e Rayane foram treinadas para esse evento por Wendell Alexander, que também estava atrás do octógono orientando suas atletas.
As outras cinco lutas foram bem disputadas, com atletas de Brasília, Sergipe, São Paulo e Rio de Janeiro. As duas últimas lutas valeram o Cinturão Pink Fight. Uma na categoria 55 kg e outra na categoria 60 kg.
O presidente da Fundação Municipal de Esportes, Magno Prisco foi o anfitrião para o senador do Partido Republicano (PR), Magno Malta. Também compareceram ao evento o secretário de Governo Geraldo Pudim, o secretário de Obras e urbanismo, Edilson Peixoto e o presidente regional do PR, Wladimir Matheus.
Essa foi a segunda edição do Pink Fight, a primeira aconteceu em Porto Seguro, em janeiro. Em abril deve acontecer mais uma edição do Campos Combat, dessa vez apenas com atletas masculinos na disputa.
Magno Prisco comemorou o sucesso do evento. “Foi mais um evento com a marca da nossa administração, foi o início das comemorações pelo aniversário de Campos, nossa programação esportiva começou. Foi um evento de alto nível para os nossos munícipes”, destacou o dirigente. O senador Magno Malta, elogiou a estrutura montada e a boa acolhida da Prefeitura Municipal de Campos. “Tenho que agradecer a Prefeita Rosinha Garotinho por essa boa acolhida e desde já parabenizar os cidadãos de Campos pelo aniversário da cidade”, declarou o senador que aproveitou para sair em defesa do MMA contra os que dizem que o esporte é violento. “Como qualquer outro esporte, o MMA tem regras que são cumpridas por todos os atletas e envolvidos, proibir ou chamar esse esporte de violento é ignorar todos os outros acidentes que acontecem diariamente com outors desportistas”, finalizou.
Esses foram os resultados das lutas do 2º Pink Fight:
Vanessa Porto derrotou Luana Teixeira por nocaute e ficou com o cinturão da sua categoria; Aline Sério foi derrotada por Kalindra Faria depois de decisão unânime dos juízes. Kalindra ficou com o cinturão da categoria; a campista Rayane Fortinha perdeu para a lutadora Jenifer Araujo; a também campista Michele Dayana venceu a brasiliense Vanessa Barbosa por nocaute; a sergipana KaKa Naja bateu a atleta de Belém, Chris Silva por finalização; a atleta Tatiana Aguiar perdeu a primeira luta da noite, contra Fabiana Santos;Hérica Thiburcio foi outra vencedora da noite ao bater Cyrlania Souza por finalização.

sexta-feira

Campos presente no Pink Fight

O 2º Pink Fight, evento de MMA (Mixed Martial Arts) Feminino que acontecerá amanhã (10) em Campos, terá a presença de duas lutadoras de Campos: Michele Dayane e Rayane Fortinha. As atletas estão treinando forte para a competição e as duas pisarão pela primeira vez no octógono para uma disputa de MMA.
A pesagem das atletas, momento marcante da competição, aconteceu no início da noite de ontem, e todoas estavam com o peso normal para a competição e se encontraram pela primeira vez antes das lutas.
O Pink Fight será realizado na sede da Fundação Municipal de Esportes (FME), no Ginásio Waldir Pereira, a partir das 18h. O evento, realizado pela FME trará a Campos lutadoras de várias partes do Brasil. Essa é apenas a segunda vez que o Pink Fight aporta em uma cidade brasileira. Recentemente o evento foi inaugurado em Porto Seguro, com excelente nível técnico e ótima presença de público.
Estão confirmadas seis lutas: Vanessa Porto x Luana Teixeira (disputa de Cinturão); Aline Sério x Kalindra Faria (disputa de Cinturão); Rayane “Fortinha” x Jenifer Araujo; Michele Dayana x Vanessa Barbosa; KaKa Naja (Nova União SE) x Chris Silva; e Tatiana Aguiar x Fabiana Santos.
O 2º Pink Fight tem entrada franca. Os ingressos para as arquibancadas devem ser trocados por um quilo de alimento não perecível, na entrada do estacionamento da Fundação Municipal de Esportes. Os portões serão abertos a partir das 18h.

quinta-feira

Evento de MMA Feminino com projeção nacional - Parte 4

Pink Fight, primeiro evento brasileiro de MMA exclusivo para mulheres, chega a Campos

As mulheres prometem colocar para quebrar em Campos, na segunda edição do Pink Fight, torneio de MMA pioneiro para mulheres no país.


Adicionado em:

As mulheres prometem colocar para quebrar em Campos, na segunda edição do Pink Fight, torneio de MMA pioneiro para mulheres no país. A competição, versão feminina do Jungle Fight, maior evento de MMA da América Latina, acontecerá no dia 10 de março, às 20h, no Ginásio Waldir Pereira, sede da Fundação Municipal de Esportes. A expectativa é de um público em torno de 8 mil pessoas no local e os ingressos serão distribuídos gratuitamente em diferentes pontos da cidade ainda não definidos pela organização.
Ao todo, sete lutas completam a programação do evento, sendo duas delas disputas de cinturão. O primeiro que estará em jogo, colocará a rivalidade Rio x São Paulo frente a frente, no duelo da divisão até 55 kg entre a carioca Aline Sério e a paulista Kalindra Faria. O outro combate valendo título será na categoria até 60 kg entre Vanessa Porto e Jenifer Maia.
O presidente do Pink Fight, Wallid Ismail, prevê um futuro bastante promissor para as mulheres no esporte. ´´Apostamos muito no crescimento do MMA feminino no Brasil. Tenho certeza que não vai acontecer o mesmo que aconteceu com o futebol, que acabou sendo praticamente abandonado, por falta de apoio. É um esporte que já está consolidado como um dos principais do país entre os homens e tem atraído bastante interesse entre as mulheres’’. O mandatário da competição acrescenta que o mercado internacional já vê com bons olhos as lutadoras brasileiras. ‘’Não param de aparecer lutadoras novas e já temos muitas atletas que competem em altíssimo nível. Já tivemos a proposta, inclusive, de levar nossas competidoras para eventos nos EUA. Como acontece com o Jungle Fight, estou convicto que o Pink Fight será um grande exportador de talentos no MMA’’
O senador do Espírito Santo, Magno Malta, é um dos grandes apoiadores da modalidade nacional e do evento. ‘’ O MMA é a modalidade que mais cresce em todos os sentidos no mundo e Pink Fight é uma das provas de que não existe sexo frágil. Se as mulheres já estão presidindo países, também tem a mesma disposição para mostrarem técnica e força no octógono’’, analisa o senador.
Endereço: Rua dos Goitacazes, 499, Centro, Campos, RJ. (Ginásio Waldir Pereira, sede da Fundação Municipal de Esportes)
Card – Pink Fight 2 (sujeito a alterações)
Vanessa Porto x Jenifer Maia (disputa de cinturão – 60kg)
Aline Sério x Kalindra Faria (disputa de cinturão – 55kg)
Rayane ‘’Fortinha’’ x Jenifer Araújo (55kg)
Michele Dayana x Vanessa Barbosa (50kg)
Kaka Naja x Chris Silva (55kg)
Tatiana Aguiar x Fabiana Pereira Santos (65kg)

Evento de MMA Feminino com projeção nacional - Parte 3

MMA só para mulheres chega ao Rio
para mostrar que não existe "sexo frágil"

Com cinco combates confirmados, Pink Fight realiza segunda edição no dia 10 de março
Do R7
 
pink-fightPink Fight/ Divulgação
Em busca de novos ícones, lutas entre mulheres ganha cada vez mais espaço no Brasil

Publicidade
Idealizado pelos mesmos organizadores do Jungle Fight, o Pink Fight realiza sua segunda edição no próximo dia 10 de março, no município de Campo dos Goytacazes, e trará Vanessa Porto, a lutadora número do país no momento.

Com a proposta de ser um evento exclusivo para mulheres e a missão de revelar novas “Cris Cyborgs” para o cenário internacional, o presidente do evento, Wallid Ismail, também promete lutar contra o estigma do sexo frágil das atletas.

- Vamos mostrar que não tem essa de sexo frágil, é o sexo forte também. Esse esporte é tão forte no país que as mulheres vão ter tanto destaque quanto os homens, o que não acontece com o futebol.

Acompanhe a página de MMA do R7

Até o momento, no entanto, o cenário internacional de MMA feminino não é tão otimista, contando, inclusive, com o veto oficial do UFC para lutas femininas. O que parece não incomodar o promotor.

- Depois do primeiro evento, uma de nossas garotas, a Juliana Aguiar, já foi contratada para lutar em um evento novo nos EUA. O cenário é animador para as mulheres, pode apostar.

Para fechar a noite, duas disputas de cinturão: entre os moscas (55 kg) e penas (60 kg).

Confira o card a seguir:


Vanessa Porto x Jenifer Maia ( Cinturão )
Aline Sério x Kalindra Faria ( Cinturão )
Rayane"Fortinha" x Jenifer Araujo
Michele Dayana x Vanessa Barbosa
KaKa Naja x Chris Silva

Fonte: http://esportes.r7.com/mais-esportes/noticias/mma-so-para-mulheres-chega-ao-rio-para-mostrar-que-nao-existe-sexo-fragil-20120227.html?question=0

Evento de MMA Feminino com projeção nacional - Parte 2

Pink Fight, primeiro evento brasileiro de MMA exclusivo para mulheres, chega a Campos 

As mulheres prometem colocar para quebrar em Campos, na segunda edição do Pink Fight, torneio de MMA pioneiro para mulheres no país. A competição, versão feminina do Jungle Fight, maior evento de MMA da América Latina, acontecerá no dia 10 de março, às 20h, no Ginásio Waldir Pereira, sede da Fundação Municipal de Esportes. A expectativa é de um público em torno de 8 mil pessoas no local e os ingressos serão distribuídos gratuitamente em diferentes pontos da cidade ainda não definidos p [...]

Fonte: http://www.dignow.org/post/pink-fight-primeiro-evento-brasileiro-de-mma-exclusivo-para-mulheres-chega-a-campos-3836956-73344.html

Evento de MMA Feminino com projeção internacional - Parte 1

/ brasil
11.720 artículos de 25 cabeceras
Portada > Brasil > Prensa generalista > oglobo.globo.com
                    5-3-2012     IR A LA PORTADA DE HOY
1 Primeiro evento brasileiro de MMA para mulheres chega a Campos - Guga Noblat: O Globo
http://oglobo.globo.com/blogs/mma/posts/2012/03/05/primeiro-evento-brasileiro-de-mma-para-mulheres-chega-campos-434743.asp

Menciones en
Este artículo se mencionó los siguientes días: 5 mar 2012

Etiquetas más usadas para marcar este artículo:

Evento de MMA Feminino com projeção nacional - Parte 1


Por Eduardo Siqueira:

As mulheres prometem colocar para quebrar em Campos, na segunda edição do Pink Fight, torneio de MMA pioneiro para mulheres no país. A competição, versão feminina do Jungle Fight, maior evento de MMA da América Latina, acontecerá no dia 10 de março, às 20h, no Ginásio Waldir Pereira, sede da Fundação Municipal de Esportes. A expectativa é de um público em torno de 8 mil pessoas no local e os ingressos serão distribuídos gratuitamente em diferentes pontos da cidade ainda não definidos pela organização.
Ao todo, sete lutas completam a programação do evento, sendo duas delas disputas de cinturão. O primeiro que estará em jogo, colocará a rivalidade Rio x São Paulo frente a frente, no duelo da divisão até 55 kg entre a carioca Alline Sério e a paulista Kalindra Faria. O outro combate valendo título será na categoria até 60 kg entre Vanessa Porto e Jenifer Maia.
O presidente do Pink Fight, Wallid Ismail, prevê um futuro bastante promissor para as mulheres no esporte. ´´Apostamos muito no crescimento do MMA feminino no Brasil. Tenho certeza que não vai acontecer o mesmo que aconteceu com o futebol, que acabou sendo praticamente abandonado, por falta de apoio. É um esporte que já está consolidado como um dos principais do país entre os homens e tem atraído bastante interesse entre as mulheres’’. O mandatário da competição acrescenta que o mercado internacional já vê com bons olhos as lutadoras brasileiras. ‘’Não param de aparecer lutadoras novas e já temos muitas atletas que competem em altíssimo nível. Já tivemos a proposta, inclusive, de levar nossas competidoras para eventos nos EUA. Como acontece com o Jungle Fight, estou convicto que o Pink Fight será um grande exportador de talentos no MMA’’.
O senador do Espírito Santo, Magno Malta, é um dos grandes apoiadores da modalidade nacional e do evento. ‘’ O MMA é a modalidade que mais cresce em todos os sentidos no mundo e Pink Fight é uma das provas de que não existe sexo frágil. Se as mulheres já estão presidindo países, também tem a mesma disposição para mostrarem técnica e força no octógono’’, analisa o senador.
Endereço: Rua dos Goitacazes, 499, Centro, Campos, RJ. (Ginásio Waldir Pereira, sede da Fundação Municipal de Esportes)

Card – Pink Fight 2 (sujeito a alterações)
Vanessa Porto x Jenifer Maia (disputa de cinturão – 60kg)
Aline Sério x Kalindra Faria (disputa de cinturão - 55kg)
Rayane ‘’Fortinha’’ x Jenifer Araújo (55kg)
Michele Dayana x Vanessa Barbosa (50kg)
Kaka Naja x Chris Silva (55kg)
Tatiana Aguiar x Fabiana Pereira Santos (65kg)

MMA Feminino na sede da FME


Neste sábado (10), às 18h, abrindo a programação de aniversário de Campos dos Goytacazes, a Fundação Municipal de Esportes vai realizar na sua sede, no Ginásio Waldir Pereira, mais um grande evento. Depois do sucesso do Campos Combat, evento de MMA (Mixed Martial Arts) na praia do Farol, a FME realizará o Pink Fight, evento de MMA Feminino com as melhores lutadoras do país. O Pink Fight já rodou o Brasil com lutas de alta qualidade.
O Pink Fight é o primeiro Circuito de MMA Feminino da America Latina
O Circuito começou em Porto Seguro, no dia 29 de janeiro, na Passarela do Descobrimento. O evento se notabilizou também por empunhar a bandeira da responsabilidade social, com o lema “Nocauteando as drogas e a Pedofilia”, a organização do Pink Fight acredita que o esporte é uma ferramenta de inclusão, e mantém o jovem longe das drogas e da violência, pois a prática desse esporte exige disciplina e domínio mental.
Campos foi a cidade escolhida pela organização para acolher a próxima edição do Pink Fight. O evento que vai ter toda a estrutura dos grandes eventos de MMA acontecerá no Ginásio Waldir Pereira. O presidente da Fundação Municipal de Esportes, Magno Prisco, afirma que os lutadores e o público irão gozar de uma estrutura de qualidade para acompanhar o evento. “Quem viu o evento de MMA que realizamos no Farol sabe que teremos uma estrutura de muita qualidade em Campos. Vamos trazer lutadoras de renome nacional que mostrarão que esse realmente é um esporte em crescimento, estamos esperando a participação de todos”, destacou Prisco.

quarta-feira

Chapa Rodrigo Maia – Clarissa Garotinho será oficializada na quinta-feira

No Dia Internacional da Mulher (8 de março), a Frente Republicana Democrática e Popular (PR – DEM) apresentará a sua chapa Rodrigo Maia – Clarissa Garotinho, que vai disputar a eleição municipal da cidade do Rio. O evento será às 15h, no Hotel Rio’s Presidente, que fica ao lado do Teatro Carlos Gomes, na Praça Tiradentes. Aliás, vale a pena vocês lerem a matéria do Globo de hoje, que pasmem, não tem nenhum veneno, nem ataque. É uma reportagem jornalística, por incrível que pareça vindo do Globo, isenta. O mérito é dos repórteres Juliana Castro e Marcelo Remígio. 


Índices da saúde em Campos superam os da capital e do próprio estado do Rio

A Saúde de Campos volta a se destacar em acessibilidade e efetividade, em avaliação feita pelo Ministério da Saúde e divulgada, na última semana, através do Índice de Desempenho do SUS (IDSUS). O índice mede, em uma escala de 0 a 10, nos municípios, estados, regiões e no país, o acesso da população aos serviços de saúde e a qualidade dos serviços prestados, desde a atenção básica aos procedimentos de alta complexidade.
Campos recebeu média 5.38, ficando à frente de todos os municípios do Norte Fluminense e de cidades como Niterói, São Gonçalo, Nova Iguaçu, Nova Friburgo e Macaé; além de superar os índices da capital (4.33) e do próprio estado do Rio de Janeiro (4.58). O índice do Sudeste foi 5.56 e do país 5.4.
Apesar do bom desempenho, estou solicitando ao Ministério da Saúde, ainda nesta terça-feira (6), a revisão do índice definido para Campos. Os cálculos do Ministério consideram 24 indicadores: 14 de acesso ao sistema de saúde, que têm peso de 71,25%, e 10 da qualidade dos serviços prestados, com 28,75% de peso. Houve uma falha na avaliação, pelo fato de não terem sido considerados, no total de Campos, quatro indicadores do grupo de maior peso, prejudicando a nota final.
A solicitação expressa de revisão será entregue, em mãos, ao ministro Alexandre Padilha pelo deputado federal Anthony Garotinho, através de um ofício, que pode se lido abaixo. 

Não consideramos pertinente a nota zero associada a alguns indicadores citados na carta, pelos motivos elencados na mesma. Para justificar, apresnetamos no ofício dados levantados do Data-SUS, sistema do próprio Ministério da Saúde, portanto temos plena certeza de que essas ponderações serão reconsideradas e que, no final, haverá a elevação do índice de Campos.
 
Fonte: Blog Dr Paulo Hirano

Um gesto de solidariedade que precisa ser repetido

O gesto de solidariedade da família de uma paciente internada no Hospital Ferreira Machado vai salvar a vida de algumas pessoas. Na sexta-feira (2), após confirmada a morte encefálica de Cíntia Helena Rosa Ferreira, 23 anos, vítima de acidente de trânsito, a família autorizou a retirada de órgãos para doação. Imediatamente a Central Estadual de Transplantes foi contatada e encaminhou sua equipe de médicos a Campos.

A cirurgia para captação dos órgãos – coração, fígado e rins – foi feita no próprio HFM na noite da sexta-feira e durou cerca de três horas. O coração da paciente foi transportado imediatamente para o Rio de Janeiro, onde outro paciente compatível aguardava para ser transplantado.

Cíntia Helena sofreu um acidente de carro no dia 1º de março, quando vinha de São Fidélis para Campos, junto com mais quatro outras pessoas. O estado dela era grave e a morte cerebral foi confirmada no dia seguinte, após sua entrada no hospital. No Brasil há mais de 27 mil pessoas aguardando por um transplante. Essas vidas dependem da autorização da família do paciente com morte encefálica comprovada autorizar a doação. No Brasil, o Sistema Único de Saúde (SUS) financia mais de 95% dos transplantes realizados e também subsidia os medicamentos para todos os pacientes

Fonte: Blog Dr Paulo Hirano

Já fez seu Cartão Nacional do SUS?

A partir de 1° de março último, o Cartão Nacional da Saúde (CNS) passou a ser exigido nos postos que prestam serviço pelo Sistema Único de Saúde (SUS) de todo o país. A determinação está na Portaria N° 763, de 20 de julho de 2011, do Ministério da Saúde (MS). Deste dia em diante, em todos os atendimentos feitos em estabelecimentos de Saúde, o usuário passou a ter de informar o número do seu Cartão Nacional do SUS, não importando se o atendimento é pelo Sistema Único, particular ou por plano de saúde.

A orientação é que o usuário faça o cadastro na UBS mais próxima de sua casa. O número será solicitado no ato da admissão do paciente. O preenchimento do número do CNS do usuário é obrigatório para o registro dos procedimentos ambulatoriais e hospitalares nos sistemas de informação do Ministério da Saúde.  
EM
CAMPOS:

- A Secretaria de Saúde de Campos vem realizando o cadastro e entrega do Cartão nos últimos anos, já apresentando uma base de dados com cerca de 100 mil cadastrados;
 - A secretaria descentralizou o procedimento, que vem sendo feito nas UBSs, sempre que um usuário, que ainda não possui o cartão, busca atendimento;
- O cadastro é enviado para a Secretaria de Saúde, que remete os dados para o MS; 
- O Ministério envia o número do usuário à secretaria;
- A secretaria de Saúde confecciona e envia o cartão para a UBS que originou o cadastro;
- O usuário retira seu cartão na UBS onde fez o cadastro.
 O cadastramento é feito pelas prefeituras e remetido ao governo federal. O CNS tem o formato de um cartão de crédito e contém uma etiqueta com dados pessoais do usuário e o número nacional, fornecido pelo Ministério da Saúde depois do pedido de cadastramento. Cada número é único e exclusivo para cada cidadão, e é válido em todo o Brasil. O cartão foi criado para ser o cadastro único de todos os usuários do SUS e centralizar todas as informações sobre o paciente.
 O cartão
 é uma ferramenta para regulação dos serviços prestados nas instituições (consultas, exames, etc), não interferindo ou bloqueando o atendimento do usuário que não tem o cartão. Se o atendimento é emergencial, não pode deixar de ser prestado e qualquer pessoa será atendida; se não for emergencial, a pessoa que não tiver o cartão, faz o cadastro na hora. O importante é que a pessoa guarde bem seu Cartão Nacional de Saúde, para apresentá-lo sempre que buscar atendimento e também para evitar que haja mais de um cadastro em seu nome junto ao sistema do Governo Federal.
 
 
Fonte: Blog do Dr Paulo Hirano

Juros devolvidos à Schulz irão para novos empreendimentos

Os juros de R$ 3,047 milhões, devolvidos pela Prefeita Rosinha Garotinho a Schulz América Latina nesta terça-feira (06), serão importantes para mais um investimento da empresa na cidade. Trata-se do projeto de instalação de uma Forjaria de Flanges em Aço Inox. Na primeira fase do projeto, para 2012, será a implantação do Centro de Usinagem, avaliada em R$ 4,150 milhões, e 30 empregos diretos serão gerados. Já na segunda fase, prevista para 2013, é a implantação da planta de Forjaria com investimento de R$ 20 milhões, com geração de mais 100 empregos diretos.

O presidente da Schulz América Latina, Marcelo Bueno, ressaltou que, através dos recursos do Fundecam e da lei de incentivos fiscais, a empresa investe, anualmente, mais de R$ 10 milhões em salários e benefícios, em desenvolvimento dos fornecedores locais e no valor agregado de ICMS em 2011 na ordem de R$ 100 milhões.

- Esta parceria com o poder público mostra para sociedade que não é somente o empresário que sai beneficiado, como toda população ao entorno. Hoje, nós temos 250 colaboradores diretos e investimos também em treinamento com cursos de especialização técnica e de língua estrangeira, contribuindo para a qualidade da mão-de-obra local”, ressaltou.

Educação divulga resultado do Programa de Bolsas Universitárias

A Secretaria Municipal de Educação divulgou nesta terça-feira (6), o resultado final com a listagem dos alunos que fazem parte do Programa de Bolsas de Estudos Universitárias e que tiveram seus recursos deferidos e renovados. A relação dos nomes foi publicada no site da Prefeitura de Campo na página cinco do Diário Oficial do município. Para obter mais informações, basta acessar o site: www.campos.rj.gov.br.

No dia 18 de janeiro deste ano, foi divulgada também no site da prefeitura, a listagem dos alunos que tiveram seus processos deferidos no processo de recadastramento para obter o benefício para o primeiro semestre deste ano. Os estudantes que ficaram indeferidos tiveram um período de 18 a 25 de janeiro, para verificarem porque seus nomes não constaram na lista e, com isso, entraram com recurso. Já os alunos do Isecensa (Instituto Superior de Educação do Censa), tiveram o prazo entre os dias 30 de janeiro a dois de fevereiro.

De acordo com a coordenadora de Serviço Social, Martha Coelho, fazem parte do Programa de Bolsas de Estudos da área universitária: Faculdade de Medicina de Campos (FMC), Faculdade de Direito de Campos (FDC), Faculdade de Odontologia de Campos (FOC), Faculdade de Filosofia de Campos (FAFIC), Universidade Estácio de Sá e Universidade Cândido Mendes e  Isecensa (Instituto Superior de Educação do Censa).  “Não cabe mais nenhuma alegação, pois o tempo das justificativas aconteceu no período da realização do recurso”, finalizou.

Prefeitura faz novas convocações para o PACS e PSF

A Prefeitura de Campos está convocando mais 77 pessoas aprovadas no concurso realizado em 2008, para o preenchimento de vagas para o Programa de Agentes Comunitários de Saúde (PACS) e para o antigo Programa Saúde da Família (PSF). Estão sendo chamados 71 agentes comunitários de saúde para o PACS e três médicos para o PSF. A convocação foi publicada nesta terça-feira (6), no Diário Oficial do Município, mas a lista com o nome dos convocados será republicada, com algumas retificações na Portaria 561/2012, referente ao PACS.

Estão sendo chamados 24 agentes comunitários de saúde para suprir desistências e mais 47 agentes e três enfermeiros para atuar em localidades que ainda não contam com a atuação do PACS. Equipes do PACS têm atuação vinculada especificamente a uma Unidade Básica de Saúde (UBS) de distritos do interior. Atualmente, conta com 95 agentes comunitários e 9 enfermeiros do programa, atendendo a 33 comunidades de locais mais distantes da área central. Pelo PACS, já foram cadastradas, junto ao Ministério da Saúde, mais de oito mil famílias – cerca de 26 mil usuários.

PSF – Na convocação, também estão sendo chamados três médicos aprovados para o Programa Saúde da Família (PSF), atual Estratégia Saúde da Família (ESF). Ao todo, 28 aprovados foram chamados anteriormente para a formação de 3 equipes de ESF, para os núcleos Aldeia/Colégio Agrícola e Pernambuca/Pau Funcho. Equipes do ESF só são consideradas completas e recebem financiamento pelo Ministério da Saúde quando contam com médico, enfermeiro e agente comunitário de saúde.

- Em Campos, ainda não conseguimos formar equipes porque, até hoje, nenhum médico aprovado no concurso atendeu à convocação. O valor da remuneração dos médicos definida no edital do concurso ficou defasado em relação aos demais municípios da região, além do fato de, anteriormente, não ser exigida carga horária do profissional de 40 horas, o que fez com que os médicos não se interessassem pelo cargo. Esta é a quarta convocação de médicos para o PSF, sendo que, nas anteriores, foram convocados oito aprovados e nenhum atendeu ao chamamento -, contou.

Novas estratégias - Para suprir a ausência do programa, que foi suspenso em 2008, ainda, na gestão passada, a atual administração municipal criou estratégias, como a marcação de consultas especializadas e exames on-line em todas as 71 UBS e em mais 17 pólos; implantou o Emergência em Casa, que hoje já cobre todo o município; expandiu o PAD (Programa de Assistência Domiciliar), que tem 180 pacientes assistidos diariamente em casa; disponibilizou a coleta de exames laboratoriais em 50 UBS distribuídas estrategicamente por regiões; foi pioneiro no Estado do Rio na implantação de um programa direcionado especificamente a famílias de acampamentos e assentamentos agrários e remanescentes de quilombos, o PAAQ - Programa de Assistência a Assentamentos e Quilombolas, que atende a 1.300 famílias de 11 comunidades; criou o PSE – Programa Saúde na Escola , com ações específicas da Saúde voltadas para alunos do Ensino Fundamental e de creches, entre outras.

terça-feira

PMCG convoca mais uma vez aposentados e pensionistas

Mesmo com o processo de recadastramento dos servidores aposentados e pensionistas da prefeitura tendo sido iniciado no dia 1º de agosto do ano passado, inclusive, com outras duas outras convocações posteriores, a prefeitura convoca agora o comparecimento de 480 servidores que ainda não compareceram ao Centro Administrativo José Alves de Azevedo para regularizarem sua situação até o dia 23 próximo, em caráter improrrogável.
            
Para facilitar a informação, a Superintendência de Recursos Humanos, responsável por parte do processo de recadastramento, está enviando carta a cada servidor aposentado e aos pensionistas que ainda não compareceram, solicitando a presença, descrevendo toda a documentação necessária.
           
Existe, ainda, a impossibilidade de alguns que, por intermédio de uma visita domiciliar que será agendada pelo setor, terão seus dados cadastrais atualizados, não configurando ausência e, por conseguinte, liberando os vencimentos mensais. A superintendente de RH, Marinéa Abude de Cerqueira, disse que no caso desse agendamento, os interessados podem ligar para os telefones (22) 2734-2966 ou 2735-2505. Também está disponível para acesso o email recadastramentosecplan@gmail.com.
           
- O fato é que, mesmo tendo conseguido recadastrar 2.5 75 servidores nos três primeiros procedimentos, a prefeitura ainda possui um universo de 480 aposentados e pensionistas que não estiveram aqui providenciando essa confirmação de dados. Estamos, portanto, novamente convocando-os  para que venham, providenciem este recadastramento junto à municipalidade até o dia 23 próximo. Não podemos ficar protelando mais isto e os que não aqui comparecerem, terão infelizmente, seus vencimentos retidos - enfatizou Marinéa Cerqueira.    

Moradores do Morar Feliz se preparam para a titularidade

A Secretaria Municipal da Família e Assistência Social, junto com outras secretarias, realizou nesta segunda-feira (5), um mutirão no condomínio Novo Eldorado, para a retirada de documentos necessários, como preparação para o recebimento do título de propriedade das casas entregues pela Prefeita Rosinha Garotinho, dentro do Programa Morar Feliz. A ação aconteceu das 8h às 17h e segue nesta terça-feira (6), no conjunto habitacional do Parque Santa Clara.

Cerca de 120 moradores aproveitaram a oportunidade dos serviços para a retirada de documentos, como carteira de trabalho, Cartão Campos Cidadão, além de receber gratuitamente, assistência jurídica. Cerca de 80 crianças foram vacinadas contra hepatite do tipo B, antitetânica, tríplice viral e rotavírus, pela equipe de profissionais da Secretaria de Saúde.

Esta ação vai ser realizada em todos os conjuntos habitacionais. A proposta é legalizar a documentação dos contemplados pelo Programa Habitacional Morar Feliz. De acordo com subsecretária da Família e Assistência Social, Giselda Leão, é importante cada morador ter o seu título de propriedade da residência e saber que futuramente ninguém irá tirá-la. “Isso é resgatar a cidadania”, disse Giselda.